fbpx

Prefeitura recebe doação de geladeiras para usar no Hortolendo 2019

Campanha visa arrecadar eletrodoméstico inservível para usar como porta-livros, durante programa de incentivo à leitura no município

Neste ano, o Hortolendo, programa de incentivo à leitura na cidade, em especial entre alunos da rede municipal de ensino, trará diversas novidades. Uma delas é o projeto das geladeiras literárias, promovido pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. A ação consiste em customizar refrigeradores inservíveis para utilizá-los como porta-livros, disponibilizados em espaços públicos, tais como praças e áreas comuns de órgãos municipais. A ideia é que as obras literárias ali colocadas circulem entre a população e conquistem novos leitores. Afinal, em 2019, o tema do Hortolendo é justamente “Leitura em Movimento”.

Para tanto, o Departamento de Educação Integral promove uma campanha de arrecadação de geladeiras inservíveis. A meta é obter pelo menos 20 refrigeradores sem uso, de qualquer tamanho. Atualmente, o projeto conta com dois eletrodomésticos que já foram grafitados pelo artista Kauan Santana e, em breve, serão colocados na praça defronte ao CFPE (Centro de Formação dos Profissionais em Educação) “Paulo Freire” e em frente ao Paço Municipal Palácio das Águas, ambos situados no Remanso Campineiro.

Quem quiser colaborar com a campanha pode ligar para 3897-8400, ramal 8429, e agendar a retirada do eletrodoméstico com a gerente de Educação Integral, Daniela Gagliardi. Quem puder também poderá fazer a doação da geladeira já limpa diretamente no CFPE “Paulo Freire”, localizado na Rua Euclides Pires de Assis, 2015, no Remanso Campineiro. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, e das 13h às 17h. Também são aceitas doações de livros, sem restrição de título ou área, que após triagem, serão disponibilizados nas geladeiras literárias.

“O objetivo é difundir a cultura da leitura em Hortolândia e estimular a troca e doação de livros, criando uma cidade leitora”, afirma a diretora do Departamento de Educação Integral, Karin Lucas.

Neste ano, o 9o. Hortolendo trará uma série de ações e projetos de incentivo à leitura e à contação de histórias. Uma das propostas é implantar salas de leitura sustentáveis nas escolas municipais. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, a ideia será sugerida às equipes gestoras, durante as reuniões de planejamento das ações do programa municipal de incentivo à leitura, cuja vertente mais conhecida é a festa literária realizada a céu aberto num dos parques da cidade. A festa deste ano, em planejamento, será reformulada, segundo a secretária Sandra Fagundes Freire. O formato da edição 2019 do Hortolendo, assim como data e local da festa, será anunciado em breve pela Prefeitura.

Atualmente, duas escolas municipais já contam com salas sustentáveis: as Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) Jd. Nova Europa e Cláudio Roberto Marques, no Jd. Santana. Ainda de acordo com a secretária Sandra Fagundes Freire, a ideia é ampliar o projeto para outras unidades da rede.

Fonte: www2.hortolandia.sp.gov.br

Sem Comentários até o momento.

Deixe o seu comentário.