fbpx

Encontro entre a Arte e a Ciência: Músico lança CD Horizontes I, que traz uma mistura de sons do universo com composições musicais

O disco é uma iniciativa de Tomaz Vital, que, junto com artistas de diversas nacionalidade, dedicou dois anos para a produção. O show de lançamento acontece no sábado, 6 de julho, no Parque Pico das Cabras.

Sabe aquele som da natureza? Que já é conhecido por nossos ouvidos, mas que não somos capazes de ouvir na correria do dia-a-dia? Esse som que traz paz e que nos conecta com o universo foi a base para a criação do CD Horizontes I. Produzido e gravado pelo músico Tomaz Vital, as faixas trazem a mistura do New Age com Rock, tudo alinhado com os sons captados pelo radiotelescópio de 10 metros de diâmetro, instalado no Parque Pico das Cabras, um espaço dedicado à ciência e astronomia.

“Demoramos dois anos para produzir e concluir o projeto. Tivemos a ajuda de diversos músicos como a cantora americana Francesca Gencko que tem um trabalho voltado a cura espiritual com canto e já participou de diversas trilhas de Hollywood; o Guitarrista Ian Bemolator, que mora na Polônia; Guga Costa, cantor campineiro e de vários outros artistas. Algumas gravações foram realizadas em outros locais do mundo e acompanhadas em tempo real pelo Skype “, explica o produtor e idealizador Tomaz Vital.

O show de lançamento, que será realizado a céu aberto, acontece no sábado, 6 de julho, às 20h, no parque Pico das Cabras, mesmo lugar onde ocorreu todo o processo de criação. Os ingressos já estão à venda pelo site horizontes.eventbrite.com.br. Os valores variam de R$ 50,00 a R$ 80,00, dependendo do lote.

Entre os músicos que participarão do lançamento estão: Tomaz Vital – Guitarra, teclado e efeitos; Vinícius Sampaio – Guitarra; Marlon Barbosa – Contra –baixo; Ronaldo Lima – Bateria; Bruno Sotil e Cris Monteiro – Percussão; Guga Costa – Voz; Nancy Moretti – Tampura e efeitos; Guilherme Megeto – Didgeridoo; Junior Patreze – Sitar; Lara Ziggiatti – Violoncelo e Silas Simões – Violino.

As faixas trazem a mistura de diversos estilos como Rock, New Age, Progressivo, Eletrônico e Pop. Tudo alinhado com os sons captados pelo radiotelescópio de 10 metros de diâmetro, instalado no Parque Pico das Cabras, um espaço dedicado à ciência e astronomia. O principal som utilizado foi o som da radiação cósmica de fundo captado pelo astrônomo Emerson Perez. Esse som é uma das principais evidências da teoria do Big Bang. “É um encontro espiritual entre Ciência e Arte” Afirma o compositor.

O projeto conta com sonoridades de diversas culturas e tribos de todo o planeta como Índia (Sitar e Tampura), China, Hungria (Cimbalon), Japão (Shakuhachi), Austrália (Didgeridoo), Estados Unidos, Tibet (Trompas Tibetanas), entre outros. O encarte do disco foi feito com fotos reais de longa exposição da nossa galáxia, a Via Láctea, realizadas pelo projeto ESO – European Southern Observatory, uma organização astronômica com participação de diversos países, e que possuí observatórios no Hemisfério Sul além de um extenso programa de astronomia no mundo todo.

O evento tem uma proposta bastante inusitada de se conectar à natureza, aos sons do universo, à música, à astronomia e à sétima arte (o cinema).  Unindo arte e astronomia em um show multimídia com projeções sobre o universo, o projeto é uma celebração do cosmos e uma homenagem à Carl Sagan, astrônomo americano criador da série Cosmos na década de 80.

Sobre Tomaz Vital

Tomaz Vital, criador do projeto, é formado em Composição Musical pela Unicamp. Criou o grupo de prática de Música de Cinema “Trilheiros”, que já se apresentou com as Orquestras da Unicamp e de Campinas. Realizou trabalhos na área de composição e arranjo com as Orquestras OSU e OSMC. Fundador do estúdio Trilha Vital, agora desenvolve trabalho na área de trilhas sonoras e de projetos autorais de estilos diversos. Recebeu prêmio de menção honrosa na Instant Competition no Festival internacional de cinema Transatlantic, na Polônia. Atualmente está trabalhando no lançamento do show do Horizontes I e de outros projetos.

Sobre o Parque Pico das Cabras

O Parque Pico das Cabras é um espaço que mistura propostas de divulgação científica a partir de um centro de astronomia (MAAS), que é equipado com telescópios, radiotelescópios, planetário e astroteatro. Está em desenvolvimento de projetos de biologia, além de fornecer espaços para esportes de aventura e palcos para apresentações culturais, tudo em um ambiente único e perfeito para fotos e observação do céu e contemplação da paisagem, que é de tirar o fôlego.

Sobre o Radiotelescópio

Desde o início do Universo e ao longo de sua evolução existem radiações, como as ondas de rádio, que se propagam através do espaço-tempo até os dias de hoje e que podem ser captadas. Elas são ondas eletromagnéticas, ou seja, se propagam sem a necessidade de um meio material. O Radiotelescópio do Pico Das Cabras é uma antena com 10 metros de diâmetro para captação dessas ondas, que são transformadas em sinais sonoros que podemos ouvir na sala de comando. Assim, quando falamos em som do espaço, queremos dizer estas ondas de rádio transformadas em som, pois este não poderia se propagar no espaço, já que é uma onda mecânica (precisa de um meio material para se propagar). Uma das frequências de ondas de rádio que podemos captar, é a radiação cósmica de fundo, que é uma das grandes comprovações do Modelo do Big Bang.

Serviço:
Lançamento do CD Horizontes I

Data: Sábado, 6 de julho
Local: Parque Pico das Cabras (Estr. do Capricórnio, S / N, Campinas)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 50,00 (primeiro lote – Até 15 de junho);
R$ 60,00 (segundo lote – Até 25 de Junho);
R$ 70,00 (terceiro lote – Até o dia do show);
R$ 80,00 na hora
Compras: horizontescd.eventbrite.com.br

 

Sem Comentários até o momento.

Deixe o seu comentário.