Pessoas que chegam atrasadas têm vidas mais longas e bem-sucedidas, comprova estudo

Todos sabemos que a falta de pontualidade pode atrapalhar a vida de uma pessoa. Exatamente por isso, uma série de estudos está atraindo muita atenção! Confira!

Em seu grupo de amigos ou dentro da família, provavelmente existe uma pessoa que é campeã de atraso. Não importa a seriedade do compromisso, você nunca pode contar com ela chegando na hora certa e, por isso, algumas vezes até mente sobre o horário, para que ela mantenha a pontualidade.

Essas pessoas raramente dão uma justificativa plausível para os seus atrasos, e depois de um tempo você acaba se acostumando com essa característica de sua personalidade, e nem liga mais para os seus atrasos, ou simplesmente deixa de convidá-las para sair.

Todos sabemos que a falta de pontualidade pode atrapalhar a vida de uma pessoa. Do aspecto pessoal até o profissional, a falta de comprometimento cobra um preço alto.

Exatamente por isso, uma série de estudos publicados na Harvard Health Publishing está atraindo muita atenção ao revelar que as pessoas que estão sempre atrasadas vivem vidas mais longas e bem-sucedidas do que a maioria daqueles ao seu redor.

No entanto, é preciso entender o que o estudo realmente mostra. Não é o ato de se atrasar que contribui para que essas pessoas tenham boas vidas, mas sim as características de personalidade que se relacionam com esse hábito.

As pessoas com tendência ao atraso costumam ser mais tranquilas e não tão obcecadas com datas e prazos. Elas levam a vida com calma e por isso possuem menos probabilidade de sofrer de condições de saúde como depressão, ansiedade e até mesmo derrame.

O otimismo nessas pessoas é um grande aliado para manter a saúde sempre controlada, conforme é mostrado no estudo:

“O otimismo ajuda as pessoas a lidar com a doença e a se recuperar da cirurgia. Ainda mais impressionante é o impacto de uma visão positiva sobre a saúde e a longevidade em geral. A pesquisa nos diz que uma perspectiva otimista em um estágio inicial da vida pode predizer melhor saúde e menor taxa de mortalidade durante períodos de acompanhamento de 15 a 40 anos ”. 

No entanto, os benefícios não são apenas esses, um artigo no INC mostra um estudo que comprovou que os atrasados costumam lidar com seus problemas de forma mais prática, já que não passam muito tempo focando no que não é importante. Essa facilidade de resolver questões problemáticas é muito benéfica no âmbito profissional, o que pode os colocar em vantagem sob outras pessoas.

Via: osegredo.com.br

Sem Comentários até o momento.

Deixe o seu comentário.