fbpx

Vereadores aprovam proibição de venda de buzinas a gás

Imagens-de-DESTAQUE-só-existe-deitada

Conhecidas como ‘buzinas da alegria’, material a base de gás propano butano pode ser usado como droga

 A ampla divulgação de casos de adolescentes e jovens que morreram devido à inalação das buzinas de pressão à base de gás propano butano, motivou a criação do Projeto de Lei nº 38, que proíbe a fabricação, comercialização, distribuição e uso na cidade de Hortolândia. A proposta foi aprovada na sessão da última terça-feira (02/08), na Câmara Municipal de Hortolândia.

A proposta foi criada pelo presidente da Casa de Leis, o vereador Gervásio Batista Pozza (PT). As buzinas são normalmente utilizadas em comemorações para emitir sons de corneta, mas ultimamente, mas jovens e adolescentes as estão utilizando como uma nova droga. Ao ser inalado o gás causa euforia, excitação psicomotora e desorientação espacial. Se usado com frequência pode causar ainda dano hepático e à medula óssea, além de problemas psicomotores.

O vereador ressalta no PL que a buzina “é um produto capaz de provocar sérios danos à saúde, e tem sido comercializado para fins de diversão, sem o devido cuidado, sendo inclusive, detectada publicidade em que se recomenda seu uso a partir dos três anos de idade. Tendo em vista o perigo que esta buzina de gás causa, e necessário tomarmos providências drásticas, na intenção de preservar a vida dos jovens e crianças desta cidade”.

Após a aprovação deste PL, seria votado o Projeto de Lei nº 38, do vereador Ananias (PSDB), que estende a denominação de Rua Bolívia ao trecho compreendido entre a Rua México, no Jardim Santa Clara, e a Rua Presidente Bernardes, no Residencial João Luiz, mas ele recebeu pedido de vistas do vereador Clodo (PSD), para melhor análise.

Imagens-de-DESTAQUE-só-existe-deitada

Fonte: http://www.cmh.sp.gov.br/

Sem Comentários até o momento.

Deixe o seu comentário.